Como trabalhar nos Estados Unidos

Já sonhou em trabalhar nos Estados Unidos? Várias pessoas têm esse desejo. Com esse guia você poderá se dedicar a realizar seu sonho!

O primeiro passo para conseguir trabalhar nos Estados Unidos é tirar o visto H. Para isso, você precisará de uma petição de trabalho (Form l-129) enviado pelo empregador americano. Veja a seguir a lista dos vistos de trabalho para saber em qual você se identifica:

  • Visto H-1B (ocupação de especialista): é concedido a funcionários que pretendem trabalhar nos Estados Unidos numa função profissional pré-contratada. Para se candidatar a esse tipo de visto, o estrangeiro precisa ter no mínimo formação universitária, ou seja, precisa ter pelo menos uma faculdade com duração mínima de mínima 4 anos concluída ou uma certificação profissional de habilidades diferenciadas. Quem determina se o estrangeiro é qualificado para ocupar a vaga de especialista na função requerida é o USCIS. O empregador que irá receber o trabalhar estrangeiro precisa apresentar um pedido de condição de trabalho junto ao Departamento do Trabalho nos Estados Unidos, relativo aos termos e condições contratuais que ele está oferecendo. O visto H-1B pode durar até três anos.  Ele pode ser estendido, mas não pode passar de seis anos. Existe um limite de 65.000 vistos H-1B emitidos anualmente.
  • Visto H-2B (trabalhador qualificado e não-qualificado): é concedido a um estrangeiro que deseja realizar um trabalho de natureza temporária ou sazonal para áreas em que há escassez de mão-de-obra entre os cidadãos americanos e residentes legais. O empregador precisa obter junto ao Departamento do Trabalho um certificado confirmando que não há trabalhadores americanos qualificados para as funções nas quais se baseia a petição antes de submeter a petição (formulário 129H) junto ao USCIS. O visto H2-b tem duração inicial máxima de 1 ano, com renovação de até 3 anos.
  • Visto H-3 (Estagiário): é o concedido a estrangeiros estagiários que pretendem ir aos Estados Unidos para receber treinamento de seu empregador em qualquer área que não seja a de graduação ou treinamento acadêmico. O treinamento não pode ser utilizado para um emprego produtivo e não pode estar disponível no país de origem do solicitante. Assim como os demais vistos H, o empregador deverá submeter uma petição (formulário I-129), junto ao USCIS para obter aprovação para o treinamento.

Esses são os vistos para quem deseja trabalhar no EUA. Tendo em vista essa meta, agora é só correr atrás de sua aprovação e começar a trabalhar no exterior.

Importante: Ao cônjugue e filhos não casados com menos de 21 anos dos portadores do visto H-1B é permitido o acompanhamento com o visto H-4, porém estes não podem trabalhar.